Tópico 1 Definição de gestão de projeto

Ainda que apresente as suas raízes no início do século XX, a gestão de projeto desenvolveu-se sobretuto desde os anos 50 do século passado, inicialmente no campo da engenharia. Sendo uma disciplina relacionada com a Gestão, apresenta elementos distintivos da mesma.

A gestão de projeto envolve o processo de gestão de uma equipa para realizar um projeto num contexto, com restrições de âmbito, tempo, qualidade e orçamento. Tal significa que uma equipa de projeto articula-se e trabalha com dados específicos (orçamento, recursos humanos, recursos materiais, infraestruturas, software, etc.) sobre objetivos definidos, visando alcançar resultados, tangíveis ou intangíveis, que cumpram requisitos quantitativos e qualitativos pré-definidos, num determinado período (prazo).

Assim, um projeto é um esforço temporário com o objetivo de chegar a um produto, serviço ou resultado num contexto, com determinadas restrições. Esta é a diferença distintiva entre gestão de projeto e gestão: a natureza temporária dos projetos contrasta com os processos semipermanentes e repetitivos da rotina de uma organização, exigindo o desenvolvimento de competências de gestão distintas.

Fonte: www.unsplash.com

Tal não significa que a gestão de projeto não possa ser desenvolvida numa organização. Por exemplo, no setor cultural, encontramos frequentemente projetos “temporários”, que são geridos com limitações específicas além da rotina habitual da organização cultural: a produção de uma nova peça em cooperação com outra organização, a gestão de programas educativos financiados por uma entidade externa, etc. Com efeito:

  • “temporário” não significa necessariamente que a duração do projeto seja reduzida; refere-se à sua longevidade;
  • “temporário” não se aplica normalmente aos resultados do projeto, uma vez que a maioria dos projetos visa a criação de resultados duradouros;
  • os resultados dos projetos podem ser tangíveis ou intangíveis, uma vez que podem ter impactos sociais, económicos, e ambientais que os ultrapassam. Esta questão é particularmente visível no setor cultural;
  • um projeto pode envolver um ou vários indivíduos ou uma ou várias unidades de diferentes organizações.

Fonte: www.unsplash.com

Por conseguinte, um projeto termina quando:

  • os seus objetivos foram alcançados;
  • os seus objetivos não poderão ser atingidos;
  • já não é necessário;
  • o cliente (patrocinador ou mecenas) o finaliza.

A gestão de projeto integra e aplica um conjunto de processos, que são categorizados em cinco grupos:

1.início;

2.planeamento;

3.execução;

4.monitorização e avaliação;

5.encerramento.

Fonte: www.unsplash.com

cubesproject