Tópico 2.2 Definição e planeamento

Objetivo e metas:

Dado o seu património cultural e histórico, Sarajevo é atualmente o local turístico mais procurado dos Balcãs e do Sudeste da Europa. Durante mais de quatrocentos anos, mesquitas, sinagogas, igrejas ortodoxas e católico-romanas foram construídas lado a lado. Diferentes culturas deixaram uma relevante marca na arquitetura, com uma mistura única de vários estilos arquitetónicos. Cidadãos de diferentes orientações étnicas e religiosas vivem e trabalham juntos, elevando a cidade e o seu espírito de coletividade, independentemente dos centros de decisão que no passado se foram alternando mais ou menos rapidamente, dependendo das circunstâncias e interesses históricos e geopolíticos das várias épocas.   

Com este projeto, pretendemos introduzir e promover uma nova atração/localização turística que consolide as caraterísticas históricas e culturais de Sarajevo num só local e que constitua, igualmente, um ponto turístico de partida na cidade de Sarajevo, marcando com o seu símbolo um espaço de diferentes culturas. O projeto, intitulado Sarajevo Meeting of Cultures representa também uma marca para o desenvolvimento de atividades futuras, numa tentativa de promover Sarajevo como a única cidade na Europa que pode ser o símbolo do multiculturalismo e da abertura. Com a sua  implementação, é dado um contributo significativo para a candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura.

A localização que melhor reflete o encontro de culturas encontra-se perto do Bezistão de Gazi Husrev-Bey (mercado), ou seja, uma praça. Geograficamente (de acordo com os pontos cardeais), a este fica o mercado da cidade otomana e a oeste a cultura ocidental contemporânea. Este lugar é um ponto único enquanto atração turística a partir da qual o visitante pode ver claramente o encontro de diferentes culturas.

Title: Future look (2012)

Sarajevo Meeting of Cultures archives

Source: Design of the logo

Resultados esperados

Com as suas várias atrações, a oferta turística de Sarajevo centrava-se na área dos Municípios de Centar e de Stari Grad, o local proposto para o projeto Sarajevo Meeting of Cultures, ponto de partida para a visita à cidade. (VISION, 2012)

As últimas projeções estatísticas apontavam para um aumento do número de turistas, num contexto em que Sarajevo devia utilizar todo o seu potencial enquanto destino turístico. De acordo com uma investigação desenvolvida através de conversas com turistas e outros hóspedes, observava-se a inexistência de um local que permitisse aos turistas e visitantes identificarem-se com a cidade e a área em que se encontravam.

Com a abertura desta atração turística e com uma promoção de qualidade, esperava-se que o número de visitas turísticas a Sarajevo aumentasse. A abertura de um novo local também foi promotor de Sarajevo e dos parceiros da cidade.

No âmbito do processo de planeamento, que representa a segunda fase da gestão de projeto, o coordenador do projeto prepara-o com o objetivo de familiarizar o gestor e outros membros da equipa com as suas principais caraterísticas. Nas fases de planeamento seguintes, o esboço evolui para uma descrição do projeto, a identificação dos membros da equipa a envolver, a definição de um cronograma (início e fim), o estabelecimento dos principais objetivos, a identificação dos principais públicos-alvo e stakeholders, a lista de atividades, fundamentação, recursos internos e externos necessários, custo planeado para a sua implementação e respetivas atividades e orçamento (ver esquema seguinte).

cubesproject