Tópico 2 Place branding versus gestão do património cultural

O place branding foi mencionado na Unidade 1 como uma tipologia de marcas existentes. Tal significa que os locais históricos e patrimoniais podem ser marcas. Mas como é que as organizações culturais estão a gerir as suas marcas? A questão pode ser respondida distinguindo gestão do património cultural de place branding.

A gestão do património cultural é um campo que se ocupa da identificação, escavação, registo, documentação, proteção, conservação, restauro, interpretação, valorização e promoção, apresentação, divulgação do património cultural em prol das gerações presentes e futuras. (Manual de Gestão do Património Cultural e do Património)

O place branding aplica técnicas de branding e estratégias de marketing a sítios históricos e/ou patrimoniais.

cubesproject